Frequência e Faltas/Atrasos

A frequência das sessões, por razões técnicas, precisa ser semanal, pois conteúdos tratados levam a outros, os quais vão abrindo novos caminhos perceptivos no processo psíquico, reativando lembranças, conteúdos que se deixados por longo tempo a espera, voltam a fechar-se, assim como ocorre muitas vezes com os sonhos, os quais são tão vívidos, intensos e não anotamos, pois pensamos que não iremos esquecer e, no entanto esquecemos.

Existem circunstâncias outras, como o surgimento de lembranças traumáticas ou eventos críticos que podem exigir sessões extras, mas isso será notado pelo seu terapeuta e discutido com você visando à intensificação ou não de seu processo terapêutico.

Outro fato é que a irregularidade na frequencia atrasa a evolução de sua terapia.

Há que verificar consigo e também com seu terapeuta, se a dificuldade na frequência não estaria a serviço de alguma resistência (fenômeno inconsciente) ao processo terapêutico.

Como já se viu em outros itens, a falta em Psicoterapia tem múltiplos significados, assim como os atrasos.

Seu terapeuta é orientado para trabalhar os significados destas ocorrências, no contexto terapêutico, procurando identificar os fatores determinantes destes eventos, de modo a neutralizá-los.

Falta eventual é compreensível, porém, um padrão de faltas e/ou atrasos, traz consigo uma mensagem subjetiva que deve ser identificada por seu terapeuta e tratada com você.

INSTITUTO FERNANDO PESSOA
Rua Mariante, 356 / 370 - Porto Alegre / RS
Fones (51) 3346-6588 / (51) 3222-8305 / (51) 3222-8317
(51) 3307-1602 / (51) 9969-6459

Email: ifpessoa@terra.com.br
Unidade Leblon
Rua Venacio Flores nº 305 sala 404 – Leblon
Fone (21) 9967-9507 / (21) 9967-9514
Rio de Janeiro / RJ


Desenvolvido por Brainstorm Soluções Inteligentes