Conceito

Psicoterapia refere-se a abordagem das dificuldades emocionais e de comportamento, por meio de técnicas psicodinâmicas, cognitivas e comportamentais evitando-se assim, na medida do possível, o uso de meios biológicos quais sejam os medicamentos.Os medicamentos podem ser usados como recurso para alívio pontual e mais rápido de questões relacionadas a ansiedade,pânico,insônia,impulsividade, pensamentos obsessivos, depressões graves e algumas outras situações clínicas bem definidas.

O termo psicoterapia, mais comumente chamado terapia,abrange uma variedade de técnicas, todas visando a ajudar o indivíduo emocionalmente afetado a lidar melhor com seus sentimentos e emoções,modificando seus pensamentos e comportamentos, de modo a desenvolver formas mais funcionais e eficazes de lidar com os estressores presentes na vida e nas relações pessoais e profissionais.

Alguns psicoterapeutas acreditam que a modificação de comportamento depende do entendimento que o indivíduo tem de seus motivos e conflitos inconscientes (os psicanalistas, por exemplo).

Outros pensam que as pessoas podem aprender a lidar com seus problemas sem, necessariamente, explorar os fatores que levam a seu desenvolvimento (os terapeutas do comportamento e terapeutas cognitivos-comportamentais, por exemplo).

Apesar das diferenças nas técnicas, a maioria dos métodos de psicoterapia tem certos aspectos básicos em comum. Eles envolvem um relacionamento de ajuda entre duas pessoas, isto é, o paciente e o terapeuta.

O paciente é encorajado a discutir preocupações íntimas, sentimentos,emoções e experiências, livremente, sem o temor de ser julgado pelo terapeuta ou ter suas confidencias traídas.

O terapeuta, por sua vez, oferece empatia (capacidade de sentir-se no lugar do outro), simpatia e compreensão, engendra a confiança e tenta ajudar o paciente a desenvolver modos mais eficazes de lidar com seus problemas. (Atkinson, Rita L. e outros, Introdução a Psicologia, Ed. Artmed).

PSICOTERAPIA BREVE

O Instituto Fernando Pessoa trabalha com os conceitos de Psicoterapia Tradicional para questões de natureza estrutural do ser humano quando há tempo e recursos para este tipo de abordagem e opera com o conceito de Psicoterapia Breve para questões circunstanciais, ou seja, a pessoa não tem tempo, nem disponibilidade financeira para um procedimento psicoterápico de longo prazo, em torno a um sintoma ou conflitiva de natureza urgente ou emergente.

Disto resulta o conceito e a aplicação da Psicoterapia Breve, a qual fixa-se no aqui e agora, visando a rápida resolução da conflitiva apresentada pela pessoa quando procura por ajuda.

Se você deseja mais detalhes deste procedimento relacionado a Psicoterapia Breve, o Instituto Fernando Pessoa, sugere o artigo "Técnicas de Psicoterapia Breve" da Doutora, Mestre e Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental, Psicóloga Raquel Ayres de Almeida.

INSTITUTO FERNANDO PESSOA
Rua Mariante, 356 / 370 - Porto Alegre / RS
Fones (51) 3346-6588 / (51) 3222-8305 / (51) 3222-8317
(51) 3307-1602 / (51) 9969-6459

Email: ifpessoa@terra.com.br
Unidade Leblon
Rua Venacio Flores nº 305 sala 404 – Leblon
Fone (21) 9967-9507 / (21) 9967-9514
Rio de Janeiro / RJ


Desenvolvido por Brainstorm Soluções Inteligentes